TERÁ A CIRURGIA BARIÁTRICA UM PAPEL NA SÍNDROME METABÓLICA EM PEDIATRIA?

Autores

  • Filipa Urbano Departamento de Pediatria, Hospital de Santa Maria, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, EPE, Lisboa, Portugal
  • Carla Simão Departamento de Pediatria, Hospital de Santa Maria, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, EPE, Lisboa; Área de Hipertensão Arterial Pediátrica, Serviço de Pediatria Médica do Departamento de Pediatria, Hospital de Santa Maria, Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, EPE, Lisboa; Clínica Universitária de Pediatria, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.58043/rphrc.102

Palavras-chave:

hipertensão essencial, síndrome metabólica, obesidade pediátrica, doenças cardiovasculares, cirurgia bariátrica, comportamentos de redução do risco

Resumo

Introdução: À combinação de hipertensão arterial, obesidade, adiposidade visceral, resistência à insulina e dislipidémia denomina-se síndrome metabólica. Dada a influência dos vários fatores de risco cardiovasculares entre si, o tratamento da síndrome metabólica como um todo é fundamental para o controlo de cada um desses fatores. As medidas não farmacológicas são o pilar do tratamento, seguidas da terapêutica farmacológica. Contudo, a cirurgia bariátrica tem-se tornado uma abordagem terapêutica complementar cada vez mais utilizada, com bons resultados, nomeadamente nos casos não controladas com medidas terapêuticas conservadoras.

Descrição do caso: Adolescente de 14 anos com antecedentes familiares de risco cardiovascular, sedentária, com obesidade visceral, resistência à insulina, esteatose hepática e com o diagnóstico recente de pressão arterial elevada. A ausência de controlo da situação clinica com terapêutica não farmacológica e farmacológica determinou a realização de cirurgia bariátrica aos 15 anos. O acompanhamento subsequente revelou melhoria clínica global associada a uma redução importante do índice de massa corporal, normalização dos valores de pressão arterial e de insulina e melhoria da esteatose hepática. Adicionalmente, verificou-se uma sensação global de bem estar após a cirurgia, que condicionou maior aceitação e adesão às medidas não farmacológicas de controlo dos diferentes fatores de risco, não objetivada antes da cirurgia.

Discussão: A síndrome metabólica tem causa poligénica e está associada a diferentes fatores de risco cardiovasculares, modificáveis e não modificáveis, cujo controlo global é essencial. Contudo, essa associação de fatores limita a eficácia da intervenção médica isolada e em alguns casos a terapêutica cirúrgica é fundamental. A cirurgia bariátrica tem-se demonstrado um método de sucesso e deve ser acessível e precoce.

Conclusões: Agir precocemente na prevenção das doenças cardiovasculares representa a possibilidade de modificar a história natural destas importantes doenças sistémicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Lurbe E, Agabiti-Rosei E, Cuickshank K, Dominiczak A, Erdine S, Hirth A, et al. 2016 European Society of Hypertension guidelines for the management of high blood pressure in children and adolescents. J Hypertens. 2016;34(10):1887–920. doi 10.1097/HJH.0000000000001039.

Flynn JT, Kaelber DC, Baker-Smith CM, Blowey D, Carroll AE, Daniels SR, et al. Clinical Practice Guideline for Screening and Management of High Blood Pressure in Children and Adolescents. Pediatrics. 2017;140(3). doi 10.1542/peds.2017- 1904.

Nehus E, Mitsnefes M. Childhood Obesity and the Metabolic Syndrome. Pediatr Clin. 2019;66(1):31– 43. doi 10.1016/j.pcl.2018.08.004.

Weihe P, Weihrauch-Blüher S. Metabolic Syndrome in Children and Adolescents: Diagnostic Criteria, Therapeutic Options and Perspectives. Curr Obes Rep. 2019;8:472–9. doi 10.1007/s13679-019-00357-x.

Pinto PL, Neves S, Freira S, Ferreira PD, Raposo J, Fonseca H. Bariatric Surgery in Youth and Adolescents: The Experience of an Outpatient Obesity Clinic in a Central Hospital in Portugal. Port J Pediatr. 2020;51:184–90.

Wittcopp C, Conroy R. Metabolic Syndrome in Children and Adolescents. Pediatr Rev. 2016;37(5):193–202. doi 10.1542/pir.2014-0095.

South AM, Nixon PA, Chappell MC, Diz DI, Russell GB, Jensen ET, et al. Association between preterm birth and the renin - angiotensin system in adolescence: influence of sex and obesity. J Hypertens. 2018;36(10):2092–101. doi 10.1097/ HJH.0000000000001801.

Pratt JSA, Browne A, Browne NT, Bruzoni M, Cohen M, Desai A, et al. ASMBS pediatric metabolic and bariatric surgery guidelines, 2018. Surg Obes Relat Dis. 2018;14(7):882–901. doi 10.1016/j. soard.2018.03.019.

Downloads

Publicado

2023-10-19

Como Citar

1.
Urbano F, Simão C. TERÁ A CIRURGIA BARIÁTRICA UM PAPEL NA SÍNDROME METABÓLICA EM PEDIATRIA?. RH [Internet]. 19 de Outubro de 2023 [citado 13 de Junho de 2024];(97):18-23. Disponível em: https://revistahipertensao.pt/index.php/rh/article/view/102

Edição

Secção

Caso Clínico