AMEAÇA IMPREVISÍVEL: EVENTO RARO DE TROMBOSE DO STENT TARDIA

Autores

  • Afonso Carvalhal Médico Interno de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar
  • Márcia Moreira Costa Médico Interno de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar
  • Ana Raquel Dias Médico Interno de Formação Específica em Medicina Geral e Familiar
  • Anabela Andrade Médico Especialista em Medicina Geral e Familiar
  • Ana Margarida Adão Médico Especialista em Medicina Geral e Familiar
  • Ângela Costa Médico Especialista em Medicina Geral e Familiar

DOI:

https://doi.org/10.58043/rphrc.116

Resumo

O enfarte agudo do miocárdio (EAM) é uma condição prevalente e de elevada mortalidade. A abordagem e otimização dos fatores de risco cardiovascular é essencial para reduzir o risco de eventos cardiovasculares. A intervenção em fase aguda desta patologia implica custos diretos associados ao tratamento, hospitalização, reabilitação e follow-up, mas também custos indiretos como absentismo laboral e diminuição da qualidade de vida. O EAM pode estar associado a outras comorbilidades, como a fibrilhação auricular em 20% casos, aumentando a complexidade terapêutica. O risco de recorrência do EAM está aumentado em doentes com EAM prévio, contudo a trombose do stent é uma entidade rara, sendo ainda mais rara a trombose do stent após mais de 1 ano da intervenção. Os EAM por trombose do stent aparentam ter outcomes mais severos que EAM devido a rutura de placa aterosclerótica. Este caso demonstra que, mesmo após otimização do controlo dos fatores de risco cardiovasculares após primeiro evento de EAM, o risco de recorrência não é negligenciável, e entidades como trombose do stent podem ocorrer em qualquer período temporal. O nosso objetivo é realçar a importância da abordagem multidisciplinar no follow-up destes doentes. O controlo de fatores de risco e otimização terapêutica são essenciais para a redução da probabilidade de novo evento, apesar de evidenciarmos que nem sempre é possível eliminar por completo esse risco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Visseren FLJ, Mach F, Smulders YM, Carballo D, Koskinas KC, Bäck M, et al. 2021 ESC Guidelines on cardiovascular disease prevention in clinical practice. Eur Heart J. 2021; 42: 3227-3337.

Bishu KG, Lekoubou A, Kirkland E, Schumann SO, Schreiner A, Heincelman M, Moran WP, Mauldin PD, Estimating the Economic Burden of Acute Myocardial Infarction in the US: 12 Year National Data. Am J Med Qual. 2020; 359(5): 257-265. https://doi.org/10.1016/j.amjms.2020.02.004

Jernberg T, Hasvold P, Henriksson M, Hjelm H, Thuresson M, Janzon M, Cardiovascular risk in post-myocardial infarction patients: nationwide real world data demonstrate the importance of a long-term perspective. Eur Heart J. 2015;36(19): 1163-70. 10.1093/eurheartj/ehu505

Hindricks G, Potpara T, Dagres N, Arbelo E, Bax JJ, Blomström-Lundqvist C, et al. 2020 ESC Guidelines for the diagnosis and management of atrial fibrillation developed in collaboration with the European Association for Cardio-Thoracic Surgery (EACTS). Eur Heart J. 2021; 42(5): 373-498.

Donald C, Abbott JD, Coronary artery stent thrombosis: Incidence and risk factors - UpToDate. UpToDate. Available at: https://www.uptodate.com/ contents/coronary-artery-stent-thrombosis-incidence-and-risk-factors [accessed 25 May 2023]

Donald C, Coronary artery stent thrombosis: Clinical presentation and management. UpToDate. Available at: https://www.uptodate.com/contents/coronary-artery-stent-thrombosis-clinical-presentation-and-management [accessed 25 May 2023]

Ibanez B, James S, Agewall S, Antunes MJ, Bucciarelli-Ducci C, Bueno H. 2017 ESC Guidelines for the management of acute myocardial infarction in patients presenting with ST-segment elevation: The Task Force for the management of acute myocardial infarction in patients presenting with ST-segment elevation of the European Society of Cardiology (ESC). Eur Heart J. 2018; 39(2): 119–177.

Downloads

Publicado

2024-01-28

Como Citar

1.
Carvalhal A, Moreira Costa M, Dias AR, Andrade A, Adão AM, Costa Ângela. AMEAÇA IMPREVISÍVEL: EVENTO RARO DE TROMBOSE DO STENT TARDIA. RH [Internet]. 28 de Janeiro de 2024 [citado 2 de Março de 2024];(99):36-9. Disponível em: https://revistahipertensao.pt/index.php/rh/article/view/116

Edição

Secção

Caso Clínico